Como deixar de beber álcool

deixar-beber-alcool

Como deixar de beber bebidas alcoólicas

O alcoolismo é um distúrbio provocado pelo consumo exagerado e incontrolado de álcool que pode levar a graves problemas familiares, sociais, pessoais e profissionais. Em último caso, pode até conduzir ao coma alcoólico e à morte.

O mecanismo que conduz à viciação no álcool não é ainda muito claro. O que se sabe é que, em alguns indivíduos, o consumo de bebidas alcoólicas não provoca uma viciação, ao passo que os restantes, após alguns contactos experimentais com o álcool, ficam viciados e não conseguem controlar a sua vontade de consumir bebidas alcoólicas, fazendo-o, por vezes, diariamente e quase sempre de forma exagerada.

Veja aqui também como curar a ressaca

Os alcoólicos devem ser acompanhados por um profissional de saúde que os possa aconselhar da melhor forma relativamente ao seu vicio, procurando convencê-los a deixar de beber ou a reduzir o consumo de bebidas alcoólicas de forma progressiva. Contudo, o grande problema para se conseguir deixar de beber álcool, prende-se com o reconhecimento do vício, ou seja, a maioria dos alcoólicos não consideram ou recusam ter qualquer tipo de problema, embora isso não corresponda à verdade.

Contudo, neste artigo, o que pretendemos é mostrar-lhe algumas dicas importantes que poderá seguir caso pretenda esquecer e deixar de beber álcool e começar uma vida nova, longe dele e longe dos muitos problemas que ele acarreta. Acredite que, caso tenha decidido esquecer as bebidas alcoólicas, tomou a decisão mais sensata e a que lhe permitirá ter uma qualidade de vida muito mais elevada a curto prazo.

Para começar, é importante referir uma coisa que jamais poderá esquecer: é você que comanda o seu corpo e não o contrário. Ou seja, quando consome bebidas alcoólicas, é o seu consciente que o está a impelir para o fazer. A motivação pode surgir através de um impulso, como ocorre na maior parte das vezes, mas esse impulso pode e deve ser controlado. Imagine que está num dia mau, em que nada lhe corre bem, nem mesmo as tarefas mais simples. No trabalho, o seu chefe está sempre a implicar consigo porque, nesse dia, não consegue executar nenhuma tarefa. O que, muito provavelmente, lhe surge imediatamente no pensamento é responder com agressividade (verbal ou física, isso fica na sua experiência mental) ao seu chefe. Mas, a sua parte mais sensata acaba por ganhar, pois sabe que, se o fizer, muito provavelmente será despedido e, no momento de crise em que vivemos, arranjar emprego não é fácil. Este é um exemplo de como você, sem dar conta disso, controla os seus impulsos, pois sabe que as consequências de praticar o que eles mandam podem ser nefastas.

Para conseguir controlar os seus impulsos e deixar de beber álcool certamente irá necessitar de uma dose muito elevada de determinação, mas nunca poderá baixar os braços. A palavra “desistir” tem de ser banida do seu dicionário porque nem sequer pode pensar nela. Se o fizer, pode cair no risco de ser seduzido pelo lado fácil da sua recuperação. Desistir pode ser uma fuga às dificuldades que sabe que irá defrontar, mas fugir não leva a lado nenhum, a não ser a decadência completa, tanto física como psicologicamente.

Dado o primeiro passo e adquirida a força e a determinação necessárias para ultrapassar o seu problema, não é má ideia falar com os seus familiares. Eles são as pessoas mais importantes da sua vida e, sem o merecerem, são também as que mais sofrem quando você fica alcoolizado. Uma pequena conversa sincera com eles sobre a sua vontade de deixar de consumir bebidas alcoólicas deixá-lo-ás muito felizes e certamente darão um apoio incondicional à sua decisão. Este facto é muito importante porque irá necessitar de um bom pilar e nada melhor do que a sua família para o fazer.

Depois da dita conversa, está na altura ideal para quebrar a linha que teima em ligar o passado e o presente. Essa linha é constituída pelos seus amigos de bebedeira, pelo local onde costuma parar para beber e, sobretudo, pelas próprias bebidas alcoólicas. Se possível, procure afastar-se dos seus amigos que o levam a beber álcool. Não fique triste com essa situação. Eles são uma má influência e tudo o que precisa, neste momento, é que as influências negativas não se revelem. Relativamente ao local onde costuma parar para consumir as bebidas alcoólicas que agora quer longe de si, procure não parar lá mais ou, se possível, nem sequer passar à porta. Esta é uma forma de o proteger contra as recaídas que podem arruinar por completo o seu plano para deixar de beber alcool. Por fim, mas nem por isso menos importante, deverá deitar fora todas as bebidas alcoólicas que tem guardadas nos armários ou prateleiras de sua casa. É completamente proibido esconder ou guardar uma única garrafa que seja. Lembre-se sempre que o álcool é a sua fraqueza e, como tal, tem de se livrar dela.

Se seguir todos os passos que lhe indicamos neste artigo, poderá ter a certeza que se livrará do álcool para sempre, mas não pense que a missão é fácil. Não vale a pena lhe mentir: a tarefa é bastante complicada, mas isto não é pretexto para desistir. A sua decisão tem de ser firme, tem de ser pensada e tem, acima de tudo, de ser uma verdadeira decisão. Não se deixe recair. Não deixe que uma substância como o álcool domine a complexa máquina que é o seu organismo. Se consentir que isso aconteça, está a perder uma luta, mas também uma identidade e o respeito dos que o cercam. Parar de beber álcool é a decisão mais importante da sua vida! Aja como tal e honre o compromisso que fez consigo mesmo!


{ 19 comments… read them below or add one }

1 Cledenilton Setembro 15, 2013 às 19:21

Quero ajuda para para de bebe

Responder

2 Ca Setembro 20, 2013 às 3:14

Eu também….

Responder

3 Rogerio Setembro 23, 2013 às 7:03

Eu tambem quero parar e meu vicio
É só cerveja mais bebo até não aguentar mais
E chego em casa muito mal.estou acabando
Com meu casamento

Responder

4 enio teloken Outubro 2, 2013 às 0:43

Uma boa noite, prezado.Sou mais um alcoólico e me encontro em constante recuperação, agradecendo a um PODER SUPERIOR ( DEUS ) da forma que “o” concebo.Para essa nova vida que tenho hoje, precisei de uma internação numa clínica de recuperação. Após 34 dias me deparei com um mundo novo e totalmente diferente, pois estava sóbrio, precisava mudar muitos dos defeitos de carater (orgulho-o qual havia me derrotado por completo, me levou à um fundo de poço).Apos alta me foram entregues 25 ferramentas psicológicas, as quais eram para serem colocadas em pratica de 24 e 24 horas. Também me sugeriram à assiduidade reuniões de A.A. :alcoólicos anônimos: e foi aí que eu nasci pela segunda vez; onde me foi arrancado essa máscara de bêbado, e quando me reparei no espelho ,eu vi que estava ficando de cara linda , bonita,e em seguida notei que gostava de mim,de continuar viver e deixar viver! !Eu não tenho conselhos para lhe dar ,somente sugiro que procure uma sala de A.A..Tenho certeza que ninguém vai apontar um dedo para ti ,pois os que estão lá também tem problemas igual ao teu.Com certeza em apenas uma reunião não irás entender quase nada. A essa alturas você terá que ter orgulho , teimoso e diga NÃO para o primeiro gole.

Responder

5 beto lima Fevereiro 17, 2014 às 20:48

mt bacana seu depoimento vou tirá-lo como exemplo.

Responder

6 adroman Outubro 21, 2013 às 23:46

Uma boa noite, prezado.Sou mais um alcoólico e me encontro em constante recuperação, agradecendo a um PODER SUPERIOR ( DEUS ), para de bebe nao é fácil , tudo q se faz mal é bem dificil de largar , Pois entao hoje to aki pra falar sobre alcool eu era um bebado vivia caido nas valetas dormia no banco da praça sempre quando eu bebia perdia minha noçao de tudo perdi namorada perdi muitas pessoas q me fazia bem ao meu lado , nao fui em nemhuma clinica de recuperaçao para parar de beber. SO DIgo uma coisa c voce quiser para voce é so colocar a cabeca para cima e pensar eu vo parar essa maldita droga nao vai me me vencer .

Responder

7 Sandro Novembro 11, 2013 às 13:52

Eu nao bebo mais. Deixei, por vontade propria. Graças a Deus!!! :-)

Responder

8 Eduardo Novembro 20, 2013 às 12:59

olá meu nome é Eduardo tenho 32 anos quero e preciso deixa a bebida não tenho limites sobre minha bebida
peço a ajuda de vocês para que me ajudem nesta luta desde já agradeço

Responder

9 eelisangela gomes Dezembro 2, 2013 às 1:06

quero ajuda para minha mãe que e viciada em álcool não sei por onde começa mi ajude estou desesperada

Responder

10 cicerok.12@hotmail.com Dezembro 31, 2013 às 9:36

o que acontece quando ta parando

Responder

11 edivan gomes Janeiro 8, 2014 às 13:39

não se i se sou dependente de alcoolismo mais gosto de toma uma gelada queria realmente parar de beber totalmente as vezes fico 2,3,4 dia sem beber mais me bate uma vontade de beber uma gelada ai vem os amigos vc sabe que amigo de verdade e aquele que quer seu bem , então o que e um dependente de alcoolismo

Responder

12 Alex Janeiro 22, 2014 às 9:00

Bom dia a todos, meu nome é Alex tenho 34 anos e a mais de dez anos sou um viciado em bebida já tentei o cradi por mais de quatro anos e não deu certo preciso muito de ajuda já perdi muitos empregos por conta do vicio não sei mais o que fazer me ajudem por favor meu eme-io é alex.aparecidoarnaldo@hotmail.com

Responder

13 Comeram o meu cu Janeiro 29, 2014 às 15:41

Bebi tanto que dormi na rua, alguém comeu minha bunda e devia ser alguém bem dotado pois arrombou meu cu.

Responder

14 diego simao Fevereiro 21, 2014 às 21:57

Hoje sexta feira, terceiro dia que bebo desde segunda feira estou na terceira dose, E sabe o que me dói mas? minha filha esta doente no hospital, e eu acabei de chegar do trabalho e pensando nela se esta bem, Mas meu corpo pedia por alcool sensação estranha querendo bb, nao deu outra estou aqui bebendo, sempre falei que não ia bb mas para minha familia, mas o vicio e mas forte, Alem de eu falar para minha mulher que qd bebo sou tranquilo só chego em casa e durmo ela briga, pq a questão não e essa, a questao e que a bebeida ta te dominando, Ai paro e penso a bebeida ta me dominando ,por mim bebia todos os dias pq vontade tenho todos os dias acho que estou alcolotra, não eu sou alcolatra preciso de ajuda para acabar com esta vontade. Antes que vá tudo pelo rálo.

Responder

15 oceunaoeazul Março 9, 2014 às 15:55

Cada data é um dia sem alcool…

Responder

16 oceunaoeazul Março 9, 2014 às 15:56

Vamos postando as datas sem bebidas aqui, talvez isso ajude, boa sorte a todos.

Responder

17 Carlos Alexandre Março 10, 2014 às 1:20

Ola,

Achei muito boa as dicas sou novo tenho 19 anos, sempre trabalhei mas gastava com amigos e bebidas, hoje trabalho fora e estou determinado a parar de beber e começar uma nova vida, mesmo sendo muito jovem acho que a melhor dica para parar de beber é encontrar algo para substituir o prazer do álcool , seja um esporte,profissão,igreja,namorada(o) ou um robe (no meu caso o motociclismo) mesmo e claro a determinação de nunca desistir de sua decisão! boa sorte a todos . e obrigado pelas dicas!

Responder

18 lucas de souza Março 11, 2014 às 21:20

a bebida e um prazer momentaneo e passageiro e um maleficio q so leva a te destruir

Responder

19 valeria aparecida de souza Novembro 27, 2014 às 22:50

Olá, faz mais de 15 anos que bebo , mas is ultimos 13 anos mais cerveja ,tive muitas tentativas de parar fiquei ate um ano sem beber mas voltei com força total por assim se dizer , mimha mãe a maioria dos meus familiares todos beberam e foram vitimas do vicio ,eu tb convivo com o meu companheiro qye bebe há peli menis 40 anos , e costumamos beber juntos, mas hoje eu realmente me decidi por um ponto final no vicio , pois eu não quero beber mais pois cheguei a conclusão de que não preciso disso mais na minha vida, sei que não será fácil, mas vou aprender a todo dia dizer Não pois tenho um filho que precisa de mim sóbria de espero em outra oportunidade voltar aqui e dizer como estou me saindo .

Responder

Deixar uma resposta

Artigo Anterior:

Artigo Seguinte: