Como deixar de fumar – Dicas para parar com o Vício


Como deixar de fumar

No dia-a-dia, a maioria dos fumadores acendem um cigarro todos os dias. Todos conhecem os riscos de fumar na saúde e sabe que a única maneira de melhorar a sua vida, tanto a nível da própria saúde como a nível monetário, é deixar de fumar. Porém, esta resposta não torna mais fácil a tarefa de nos livrar do vício e parar de fumar finalmente.
Todos os dias são o momento ideal para deixar de fumar e para aumentar as hipóteses de conseguir esse sucesso temos que ganhar ânimo, vontade, motivação, ter um bom suporte social, compreensão pelas pessoas que nos rodeiam no quotidiano e dos problemas que teremos de superar e um plano pessoal.
Parar de fumar não significa apenas parar durante alguns dias, pois o grande desafio é não voltar a fumar novamente e esse sem dúvida é o mais difícil, uma vez que o desejo aumenta gradualmente. Junte-se aos milhões de pessoas e dê um pontapé neste hábito. Comece já hoje a tentar deixar de fumar.

Neste artigo encontra informações e dicas para para parar com o vício de fumar baseadas em pesquisas que tiveram sucesso no procedimento de parar de fumar, bem como métodos simples e eficazes devidamente testados por pessoas de todo o Mundo e que no fim ficaram livres e mais felizes da vida.

 

Dicas para deixar de fumar

Como sabe deixar de fumar é uma tarefa difícil e que exige muito esforço e dedicação. Por tanto, abaixo estão algumas dicas que o ajudarão a parar de fumar.

Faça uma lista
Numa lista escreva todas as suas razões pelas quais quer parar de fumar e consulte-a sempre que tiver tendência a pegar num cigarro. Faça uma pequena tabela com os benefícios e os malefícios de parar de fumar e compare-os.

Defina uma data
Deixar de fumar é uma ideia de várias pessoas que tem de ser realizada gradualmente. Assim, defina uma data para deixar de fumar com vários dias e vá reduzindo ao pouco o número de cigarros.

Fale com alguém
Diga a familiares e amigos que está a tentar parar de fumar, pois muitas vezes ter apoio e estarem dispostos a ajudá-lo é meia meta alcançada. Ninguém o pode obrigar a deixar o vício de fumar, isto é uma decisão sua, porém podem encoraja-lo a fazê-lo e a aliviar o stress aquando começar de parar de fumar. Não se sinta culpado por ter apanhado este vício e receba felicitações por ter conseguido ultrapassar mais um dia sem fumar.
Tente influenciar outros membros familiares ou mesmo amigos a deixar de fumar consigo ao mesmo tempo. Um esforço de equipa pode ser mais fácil do que parar de fumar sozinho.

Prepara-se para o que vem dali
Quando começar a abster-se de fumar, alguns sintomas de abstinência como náuseas, dores de cabeça, irritabilidade, ansiedade, desejo podem aparecer. Todos estes sintomas são causados pela falta de nicotina que o seu corpo tem necessitado.
A Comida e o seu peso
Algumas pessoas preocupam-se em perder peso quando querem parar de fumar, pois o apetite aumenta e a tentação de alimentos gordurosos ou açucarados aumenta drasticamente. Ganhar peso é uma inquietação popular não só presente entre os fumadores, mas também na cabeça da maioria das mulheres do Mundo.
Para manter o seu peso saudável, substitua esses alimentos por chiclete sem açúcar e frutas e encontre um equilíbrio que consiga lidar com o stress e outros sentimentos desagradáveis, em vez de se empanturrar em doces.
Ter uma dieta saudável e fazer exercício físico diário irá ajudá-lo a manter a sua elegância e continuar a sua determinação de deixar de fumar sem engordar.

Tosse
Deixar de fumar é um passo importante na sua e durante esse processo é normal que a sua tosse de fumador tenda a piorar. Por esse motivo, muitas pessoas dizem que se sentem mal e querem voltar a fumar, mas tem que resistir a essa tentação. Não deixe de lutar!

Marque os dias num calendário
Viva um dia de cada vez e aproveite cada momento. Marcar cada dia bem-sucedido num calendário e observá-lo quando se sentir tentado a voltar a fumar, fará dizer a si próprio que não quer recomeçar tudo de novo.
Comente também o seu calendário com perguntas como “Se fumar, como isso me faz sentir?” ou “Quais são as minhas influências que me provocam o desejo incessantes de fumar?” e mais tarde reveja e veja numa nova perspectiva sobre o quão longe chegou.

Atenção ao que o rodeia
Esteja ciente das situações que contrariam o seu desejo de parar de fumar, nomeadamente o consumo de álcool que frequentemente é associado com a falha de parar de fumar.
Nas primeiras semanas evite beber álcool e tente mudar um pouco a sua rotina, como por exemplo não ir a bares, pois são lugares muito tentadores. Sugiro que beba sumos de frutas ou água no seu lugar.

Pensamento positivo
Vai querer dizer a todas as pessoas que não fuma. Vai cheirar melhor e ter um melhor hálito. Depois de algumas semanas vai sentir-se melhor, saborear a sua comida e tossir menor e sobretudo vai ter mais dinheiro. Seja positivo e lute!

Não baixe os braços
Não desespere se falhar na sua primeira tentativa. Ter um pequeno revés não significa que é um fumador novamente. A maioria das pessoas tentam parar de fumar várias vezes antes de largar o vício e em média, as pessoas que conseguem completamente deixar de fumar tiveram 2 tentativas anteriores e o que as fez mais fortes foi examinar as razões e malefícios de fumar. Aprenda com os seus erros, pois não é um fracasso se escorregar uma vez. É importante que tenha consciência de que deslizar uma vez não é o fim do mundo e que isso só o tornará mais forte da próxima vez. Olhe para trás e sinta-se bem pelo tempo que passou sem fumar.

Clínicas
Existem pessoas que se sentem mais acarinhadas e preverem parar de fumar numa clínica. Se tiver mesmo com vontade, peça ao seu médico que o encaminhe para uma clínica credenciada e diga-lhe que quer mesmo parar de fumar, mesmo que signifique muitas dificuldades para ficar limpo.

Terapias medicamentosas
Os medicamentos para parar de fumar podem aliviar sintomas de abstinência e reduzir a ansiedade, sendo mais eficaz quando monitorizados pelo seu médico. Tem dois tipos de medicamentos distintos: medicamento de reposição de nicotina e os que não têm nicotina.
Tal como o próprio nome indica, os medicamentos de reposição de nicotina envolvem substitutos de nicotina como a goma ou adesivo. Estes são aplicados em pequenas doses no corpo, de forma a aliviar os sintomas de abstinência sem alcatrões e gases tóxicos.
Os medicamentos de reposição de nicotina ajudam-no a concentrar a sua dependência psicológica e a aprender novos comportamentos.
Por outro lado, os medicamento que não têm nicotina, ajudam-no a reduzir os desejos e os sintomas de abstinência, sendo destinados a utilizar em curto prazo.

Outros tratamentos
Há várias coisas que o ajudam a deixar de fumar e que não têm que necessariamente envolver medicamentos. Questione ao seu médico algumas dessas possibilidades, mas vou aqui indicar-lhe já algumas:
Hipnose: esta é uma opção muito popular e que tem produzido excelentes resultados, que consiste no relaxamento profundo, no qual estará aberto a sugestões que fortaleçam a sua vontade de parar de fumar e a diminuir os seus sentimentos determinantes pelos quais continua a fumar.
Acupuntura: este método é dos mais antigos e é usado para desencadear a libertação de endorfinas que permitem o seu corpo relaxar, ajudando-o a parar de fumar.

Pense em todas estas maneiras de se livrar de fumar e não desista de alcançar o seu sonho. Temos a certeza que conseguirá ultrapassá-lo!






Recomendados Para Você:


7 Comentários

  1. FABIO diz:

    PARAR DE FUMAR E MUITO BOM, FUMAR TRAZ DOENCAS ,CANCER,PROBLEMA ,NO PULMAO

  2. Filipe Canoso diz:

    E um alivio

  3. marco aurelio leite diz:

    Muito bom

  4. Délio langa diz:

    eu tambem kero deixar de fumar mais esta a ser dificil pork sempre caiu em recaida. kando durmo juro k tudo sera diferente mais no dia seguinte a luta é grande

  5. Ingred diz:

    Vai no formigonni que vai dar certo

  6. índia Martins diz:

    É muito difícil estou cada vez mais frustrada Por não conseguir.

  7. Daniel Minox Ngola diz:

    É bastante difícil, já tentei duas vezes.
    A 1vez resisti durante uma semana, e tive uma recaída. No entanto voltei a fumar e com mais precisão que pArecia saudades de cigarros. Na 2vez durou menos, fiz apenas três dias. Mas agora estou numa nova jornada que será pra valer, e mesmo se eu decair nunca vou parar de tentar até largar definitivamente o cigarro

Comente ou Deixe a sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *