Como deixar de ter pálpebra caída


Os olhos são uma das partes mais importantes do corpo humano. Para além de ser a primeira zona para a qual muitas pessoas olham quando conhecem alguém, é através da visão que realizamos muitas das tarefas básicas do dia-a-dia.

Assim sendo, é facilmente percetível que tratar e proteger seus olhos é algo fundamental. Nesse artigo vamos lhe dar uma série de dicas para combater um dos maiores problemas relacionados com a visão, algo que afeta muitas pessoas no mundo inteiro: a pálpebra caída.

Siga estas dicas para que não tenha mais a sua pálpebra caída:

#1 Descanso

Pode parecer um conselho meio sem sentido, mas descansar bem é meio caminho andado para ter uns olhos aparentemente mais jovens e bonitos. Assim, um dos principais conselhos/dicas que se pode dar no combate/prevenção das pálpebras caídas é dormir pelo menos oito horas por dia de modo a que o cansaço não se acumule nesta área do corpo.

#2 Pepinos

Engane-se se você pensava que esta era uma técnica apenas usada nos filmes de Hollywood e que não tinha efeito nenhum. O pepino é um produto que possui um efeito antioxidante e hidratante. Basta aplicar com relativa frequência duas rodelas de pepinos durante 15/20 minutos em seus olhos e rapidamente sentirá melhorias significativas.

#3 Gelo

Se o gelo é ótimo para colocar na bebida naquelas tardes de calor e para colocar nos músculos depois daquela peladinha com os amigos do bairro, também é um excelente aliado no combate às pálpebras caídas. O gelo tem a capacidade de comprimir os vasos sanguíneos, reduzindo assim a queda das pálpebras. Tal como o pepino, uma utilização frequente levará a melhorias relativamente rápidas deste problema.

#4 Chá de Camomila

Sabia que, para além de poder tomar um chá nas noites frias de inverno, pode ainda combater ao mesmo tempo a queda da pálpebra? É muito simples. Depois de preparar um chá de camomila, coloque os saquinhos (dois, um para cada olho) dessa erva debaixo de água fria. De seguida coloque os saquinhos na zona da pálpebra. Se pretender um efeito mais refrescante, experimente deixar os saquinhos na geladeira. A camomila tem propriedades anti-inflamatórias, fundamentais para o combate à pálpebra caída.

#5 Evitar álcool, tabaco e drogas

O álcool, o tabaco e as drogas são prejudiciais a vários elementos do corpo humano e os olhos/pálpebras não são exceção. Estes produtos contêm bastantes substâncias tóxicas que contribuem para a queda das pálpebras. Assim, se quer prevenir ou combater esta problemática, aconselhamos a que deixe estes hábitos.

#6 Exercício

Uma das boas formas de evitar as pálpebras descaídas é a realização de exercícios que estimulem esta parte do corpo. Dos vários exercícios que existem, decidimos destacar dois para si.

Num primeiro momento, usando os dedos indicadores, realize movimentos circulares na zona da pálpebra. Alterne esse movimento com leves batidas na zona da pálpebra.

Outro dos exercícios que pode realizar consiste em fechar os olhos e, novamente usando os dedos indicadores, pressionar de forma suave a pálpebra. Conte até 10 e, ao terminar, tente abrir os olhos enquanto ainda pressiona um pouco. Repita o exercício 10 vezes.

#7 Cirurgia

Apesar de todas as dicas que são fornecidas em cima, existem casos muitos graves que só podem ser corrigidos com cirurgias. Seja em casos de queda efetiva da pálpebra- ptose palpebral- (mais associada a problemas genéticos ou a algum trauma) ou em casos de acumulação de pele sobre o olho, é possível corrigir isso através de uma operação.

No primeiro caso, a cirurgia consiste ou no encurtamento muscular ou na implementação de uma prótese fixa de silicone na testa para sustentar a pálpebra.

Já no caso da acumulação de pele, a operação conhecida como blefaroplastia consiste na retirada do excesso de pele, músculo e gordura das pálpebras. Para além de demorar apenas entre 40 minutos a 1 hora, os resultados da operação são visíveis três meses após a realização da mesma (após o tempo de cicatrização).


E aí, achou as dicas interessantes? Importa perceber que esse é um problema comum e que deve tentar solucioná-lo o mais cedo possível, já que a queda da pálpebra pode provocar cegueira. Apesar de todos os conselhos, a consulta de um médico ou farmacêutico não deve ser uma hipótese colocada de lado caso não apresente melhorias.




Recomendados Para Você:


Comente ou Deixe a sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *