Como deixar de ser possessivo


Ser possessivo é péssimo para uma relação, pois faz com que a outra pessoa se sinta sufocada e presa no relacionamento, quando deveria ser exatamente o contrário!

As pessoas possessivas sofrem muito, pois nunca se sentem sossegadas nem confiam em ninguém. Vivemos numa era em que gostamos de ter coisas, mas temos que ter a consciência de que um namorado ou amigo não são propriedade nossa!

Neste artigo, deixamos-lhe algumas dicas para que consiga deixar de ser possessivo!

Seguem abaixo as dicas para mudar a sua atitude e ganhar mais com isso:

1. Tenha vontade de mudar

As pessoas possessivas têm consciência de que são realmente muito possessivas, mas nem sempre querem mudar pois acreditam que ser assim é que é correto. Temos uma má notícia para vocês: ser possessivo é completamente errado. Além de tornarem a vida de quem vos rodeia bastante complicada, também vão sofrer muito pois pensam demais e confiam de menos. Assim, o primeiro passo para deixar de ser possessivo é realmente querer deixar de sê-lo. Só depois de ter esta consciência e vontade é que poderá mudar e tornar-se uma pessoa mais calma!

2. Aprenda a ser feliz sozinho

Parece um conselho demasiado clichêt, mas garantimos que quando ele é bem aplicado, funciona na perfeição. Uma pessoa que está sempre dependente dos outros para se sentir bem, jamais conseguirá estar num relacionamento saudável. Se neste momento não se sente capaz de passar bons momentos sozinho, está na altura de encontrar forma de o conseguir. Descubra o que o faz sentir-se bem, seja passar uma tarde a ver uma série no sofá, a ler um livro na praia ou a ir às compras sozinho. Só quando conseguir passar tempo de qualidade consigo mesmo é que será capaz de oferecer uma relação de qualidade à outra pessoa!

3. Peça desculpa

Quando ficar descontrolado e tiver uma atitude menos correta, saiba pedir desculpas. Pedir desculpa ao outro não é sinal de fraqueza, mas sim uma prova de que a relação é importante e de quem a consciência de que as suas ações não são as mais adequadas.

4. Deixe de vasculhar tudo

As pessoas possessivas pensam que têm o direito de controlar todos os passos do seu parceiro e procuram saber o que eles estão a fazer, aonde estão, com quem estão. No mundo digital em que vivemos atualmente, isso torna-se ainda mais complicado pois as pessoas possessivas controlam o acesso às redes sociais, analisam tudo o que a pessoa faz na sua conta, com quem falam, o que comentem, entre outras coisas. Tem que aprender a não vasculhar a vida da outra pessoa pois apesar de estar num relacionamento consigo tem todo o direito à sua individualidade. Quando sentir vontade de invadir a privacidade de alguém, distraia-se com algo que o faça sentir bem!

5. Muda a sua rotina

A sua vida nunca pode girar em torno de uma pessoa. Estar dependente de alguém é muito mau para a sua confiança e para a sua vida no geral. Se quer fazer tudo com o seu parceiro e se não consegue fazer planos com amigas ou até mesmo sozinha, está na altura de mudar. Altere a sua rotina. Em vez de ficar em casa à espera de uma mensagem dele, vá sair com as suas amigas. Inscreva-se no ginásio e passe a ocupar os seus finais de tarde. Isso vai ajudá-la a ter outro propósito e vai diminuir a dependência que tem da companhia da outra pessoa. Com o tempo, vai perceber que á não tem a necessidade de ser tão possessiva.

6. Aprenda a viver o presente

As pessoas possessivas são tendencialmente muito ansiosas e antecipam problemas que não existem, sofrendo antes de estes surgirem e no momento em que de facto surgem. Quem tem um comportamento possessivo, por norma pensa demasiado no futuro e no passado e esquece-se de viver o presente. Aprender a viver em plenitude o momento pelo qual estamos a passar é um bom truque para diminuir a ansiedade e a necessidade de controlar o outro. A sua vida está a acontecer agora e haverá sempre coisas que vão fugir ao seu controlo. Por isso, esqueça aquilo que não pode controlar e viva!

7. Procure ajuda adequada

Quando a possessividade toma conta da sua vida, é sinal que chegou o momento de procurar ajuda médica. Consultar um psicólogo não é motivo para ter vergonha e este profissional vai ajudá-lo a lidar com os seus receios. Possivelmente existe uma razão para ser assim tão possessivo, mesmo que não consiga identifica-lo. Um psicólogo vai ajudá-lo a “viajar” pela sua mente até encontrar a causa da sua insegurança e vai ser capaz de lhe devolver a auto-estima e confiança!

 

Ser possessivo é o primeiro passo para destruir uma relação. Ninguém consegue ser feliz se se sentir preso e controlado. Se é uma pessoa possessiva, tente mudar pelo bem das pessoas que o rodeiam e sobretudo por si mesmo. Se não conseguir mudar através das nossas dicas, procure ajuda médica e dê o primeiro passo para uma vida cheia de paz e tranquilidade!




Recomendados Para Você:


Comente ou Deixe a sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *