Como deixar de ter medo de Cão – Cachorros


A cinofobia é o medo irracional, incontrolável e persistente de cães.  É algo que à primeira vista é difícil de controlar, mas neste artigo vamos dar-lhe algumas dicas de como deixar de ter medo de cães!

O medo irracional de cães pode afetar a sua vida diária visto que é muito comum encontrar cães a passear com os donos e, infelizmente, é muito usual ver cães abandonados na rua. Assim sendo, o seu medo vai obriga-la a atravessar a rua, a evitar estar sentada numa esplanada e a obrigar os donos de cães a prendê-los sempre que os visita na sua casa!

Se vive com medo de cachorros, não se preocupe, nós temos 8 dicas que vão  ajudá-lo a superar esse medo e a deixar de ter medo de cachorros!

Os sintomas de quem tem medo de cães podem ser tanto físicos como psicológicos. Como sintomas físicos, destacam-se as tonturas, sensação de desmaio, náuseas, agitação, boca seca e suores frios. A nível psicológico, quem tem uma fobia deste tipo olha para um cão e sente um medo incontrolável de morrer, sente-se a perder o controlo e sente-se a perder o controlo, entrando num estado em que não consegue distinguir a realidade e a imaginação.

Conheça e siga as nossas dicas e vai ver que em breve será capaz de fazer uma festinha num cachorro ou cão!

É mais comum do que pensa existirem pessoas com medo de cachorros! Você não está sozinho no mundo, e nós vamos ajudá-lo a superar essa fobia, que é o mais importante aqui! Por isso, temos uma lista de 8 dicas que vão certamente ajudá-lo a superar e a deixar de ter medo de cachorros e cães.

 

1. Conheça a origem do medo

Tente perceber de onde surgiu o medo: é importante conhecer a origem do nosso medo pois só assim conseguiremos combate-lo. Possivelmente, o seu medo de cães surgiu quando era criança, por ter sido mordido ou por ter assistido a alguma situação em que alguém ficou ferido por causa de um cão.

Também pode acontecer que o seu medo a cães lhe tenha sido transmitido por terceiros, ainda que de forma não intencional. Os seus pais não o deixavam aproximar-se de cães na sua infância? Sempre lhe disseram que eram animais perigosos?

Tente descobrir de onde vem o medo pois assim será mais fácil encontrar razões lógicas que o façam desaparecer ou pelo menos diminuir.

 

2. Conviva com alguns cachorros e cães

Comece a conviver com cães: ainda que se sinta desconfortável, faça um esforço para conviver com cães. Comece pelos cães bebés pois são 100% inofensivos e irão despertar em si um sentimento de proteção e ternura. Se acompanhar o se crescimento, será impossível não desenvolver uma relação de afeto com o animal.

 

3. Veja vídeos na internet

Veja vídeos de cães na Internet: procure vídeos de cães no Youtube e verá que com o passar do tempo vai começar a interiorizar que os cães não são perigosos se forem educados de forma correta. Os cães ajudam as pessoas e mostram afeto como nenhum outro animal.

Quando conseguir entender isto, o seu medo vai reduzir-se drasticamente. Privilegie os vídeos que mostram o contacto entre bebés e os cães. Se até um bebé indefeso consegue conviver com um cão, porque é que você não consegue?

 

4. Veja filmes de cinema com cachorros

Veja filmes em que os cães sejam os protagonistas: é impossível ver o filme Marley e Eu ou o Hachiko sem derramar uma lágrima. Estes são dois exemplos de filmes que mostram a lealdade e a amizade dos cães para com os humanos.

Se estiver em contacto com histórias deste tipo, o seu subconsciente vai começar a encarar os cães como animais amistosos e a ideia de perigo irá começar aos poucos a desvanecer-se.

 

5. Pesquise mais e leia sobre o assunto

Pesquise sobre os cães: leia artigo sobre estes animais e tente conhecer mais sobre as suas características. Nós tememos o desconhecido e ter conhecimento é uma arma poderosa para combater qualquer medo.

 

6. Saiba controlar as suas crises de pânico

Aprenda a controlar-se durante uma crise de pânico: se estiver em contacto com um cão e começar a sentir os sintomas que referimos acima, deve aprender truques que o farão controlar-se facilmente. Feche os olhos e respire fundo. Isso vai ajudar a controlar os níveis de ansiedade.

 

7. Não mostre medo para o cachorro

Não mostre medo nem entre em histeria: mostrar medo perante um cão gritando é a pior coisa que pode fazer. O cão vai achar que vai ser atacado e como qualquer ser vivo vai tentar defender-se. Mesmo que esteja a morrer de medo, mantenha-se imóvel e em silêncio. Ter uma reação exagerada vai assustar o animal e vai fazer com que o seu medo de cães seja ainda maior no futuro.

Correr também não é solução! Se você correr, certamente o cachorro virá atrás de você, não necessariamente para lhe fazer mal, mas sim para brincar. E se está a correr para fugir do cachorro, lembre-se que, por mais que você corra, o cachorro será mais rápido que você e chegará até si, por isso, fique firme e mantenha a calma!

 

8. Conte o medo aos outros

Partilhe o seu medo com familiares e amigos: não tenha vergonha nem receio de admitir que tem medo de cães às pessoas com quem vive. Eles podem ajuda-lo a combater o medo, contando experiências agradáveis que tiveram com cães, por exemplo.

 

Se depois de aplicar estes truques continuar a ter pavor de cães, o nosso conselho é que consulte um terapeuta, pois é o profissional indicado para o ajudar.

Concluindo, o medo que sente é irracional porque de uma maneira geral os cães são completamente inofensivos e são capazes de demonstrar amor e lealdade para com os seus donos. Não deixe que o medo de cães o prive de conviver com estes animais fantásticos. Eles são uma ótima companhia e não é à toa que dizem que o cão é o melhor amigo do Homem!




Recomendados Para Você:


Comente ou Deixe a sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *